Explosão atinge jornal crítico ao governo da Bulgária

Uma explosão atingiu a redação de um jornal búlgaro hoje, destruindo as vidraças do prédio e danificando automóveis, mas sem deixar feridos, disse o chefe de polícia de Sofia, Valery Yordanov.

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2011 | 17h22

A explosão ocorreu às 5h45 da madrugada (horário local), em frente ao prédio do jornal Galeria, que está publicando reportagens sobre gravações de conversas de políticos, inclusive do primeiro-ministro Boyko Borisov. A editora-chefe do jornal, Kristina Patrashkova, disse que a explosão foi "um ato de intimidação política". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Bulgáriaoposiçãojornalexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.