Explosão atinge ponte no Cairo e deixa um morto

Um policial foi morto e outros dois ficaram feridos em uma explosão em uma ponte na capital do Egito, segundo autoridades. Ninguém assumiu responsabilidade pelo ocorrido, mas a explosão se encaixa em um padrão de ataques que têm ocorrido no país no último ano, com pequenas bombas que explodem em áreas civis.

Estadão Conteúdo

05 de abril de 2015 | 12h05

A explosão deste domingo teve como alvo a Ponte 15 de Maio, que fica próxima a uma saída para o bairro de Zamalek, localizado em uma ilha no meio do rio Nilo. A ponte liga Cairo à cidade de Giza.

Muitas pessoas enxergam os ataques como protestos à economia e ao governo do Egito. As finanças do país têm sido ajudadas por empréstimos estrangeiros desde o golpe militar que tirou do poder o primeiro presidente egípcio eleito democraticamente, Mohammed Morsi, da Irmandade Muçulmana, em julho de 2013. Morsi foi substituído por Abdel Fattah Al Sisi.

A Irmandade Muçulmana tem se distanciado das explosões, com pedidos por protestos pacíficos contra o governo. No entanto, pequenos grupos extremistas locais estão surgindo e assumindo responsabilidade por ataques contra a polícia e militares. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Egitoexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.