Reuters
Reuters

Explosão atinge sede de milícia pró-Assad em Damasco

'O alvo ainda não está claro. Pode ter sido um carro-bomba ou um ataque com bomba improvisada contra um carro que passava perto da garagem', diz ativista

27 de abril de 2012 | 09h01

Uma explosão foi ouvida nesta sexta-feira, 27,  na capital síria, Damasco, perto de um edifício governamental que abriga uma milícia leal ao presidente sírio, Bashar al-Assad, disseram moradores da área e ativistas da oposição.

Veja também:

linkMassacres voltam à Síria e Liga Árabe pressiona ONU a 'rever' sua política

linkExplosão com dezenas de mortos põe em xeque cessar-fogo na Síria

linkSíria e rebeldes trocam acusações sobre explosões em áreas residenciais

Ambulâncias correram para o local no bairro residencial de al-Sinaa, no sul de Damasco, onde foi relatada a explosão, perto de uma garagem de ônibus do governo.

"O alvo ainda não está claro. Pode ter sido um carro-bomba ou um ataque com bomba improvisada contra um carro que passava perto da garagem", disse um ativista anti-Assad que se identificou apenas como Moaz e estava em Damasco.

"A garagem era usada por integrantes de milícias encarregadas de evitar manifestações anti-Assad na capital", disse Moaz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.