Explosão de carro-bomba deixa 17 feridos na Rússia

Um carro-bomba explodiu em frente ao principal complexo hospitalar de Grozny, ferindo 17 pessoas em um atentado aparentemente promovido contra membros das forças chechenas de segurança que levavam soldados feridos para tratamento, disseram autoridades locais. No momento do atentado, os soldados chegavam com os feridos atingidos por uma explosão ocorrida na periferia da capital da conturbada república da Chechênia, disse o general Ilya Shabalkin, porta-voz do Serviço Federal de Segurança da Rússia, em entrevista à emissora NTV.Na Suécia, Omar Khambiyev, um dos principais assessores no exterior do ex-presidente checheno Aslan Maskhadov, defendeu o estabelecimento de uma administração internacional para a Chechênia enquanto não houver solução política para o conflito na república separatista situada no sul da Rússia.Por sua vez, o senhor da guerra checheno Shamil Bassayev, que assumiu a autoria da sangrenta tomada de reféns em Beslan, alertou hoje que está pronto para prosseguir com sua insurgência contra a Rússia durante mais de uma década. Ele insistiu que os civis são "alvos legítimos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.