Explosão de carro-bomba em campo de refugiados deixa pelo menos 17 mortos

Pelo menos 17 pessoas morreram ontem na explosão de um carro-bomba no campo de refugiados de Jalozai, no noroeste do Paquistão, que recebe fugitivos dos combates entre as forças do governo e militantes islâmicos que atuam na região, próxima à fronteira com o Afeganistão. As vítimas formavam uma fila para receber alimentos no momento da detonação. "Comida era distribuída entre os deslocados internamente quando ocorreu a explosão", afirmou o chefe de polícia Mohamed Hussain, informando que 33 pessoas ficaram feridas no ataque. O campo abriga principalmente pessoas que fugiram da violência em áreas de predominância pashtun, onde atuam o Taleban e a Al-Qaeda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.