Explosão de carro-bomba mata 20 no Afeganistão

Atentado ocorreu em um hospital no leste do País e teria deixado 120 feridos; grupo Talibã nega autoria

AP

25 de junho de 2011 | 09h13

Um carro-bomba explodiu perto de um hospital na província de Logar, leste do Afeganistão, na manhã deste sábado, 25, e matou ao menos 20 pessoas e deixou mais 120 feridos, segundo informações do Ministério da Saúde afegão. Inicialmente, o governo havia informado a morte de 60 pessoas.

 

O diretor de Saúde da província, Mohammad Zaref, afimrou que guardas do hospital tentaram deter o condutor do carro. "O motorista não parou e entrou no prédio, atingindo a área principal do centro de saúde, onde o veículo explodiu", disse.

 

A força da explosão destruiu parte do edifício da clínica e deixou ao menos 15 pessoas presas sob os escombros. "Moradores estão ajudando a desenterrar corpos e os feridos", afirmou o diretor de Saúde.

 

Nayebkhail contou que a clínica havia sido recentemente ampliada para atender a população dos demais distritos. Equipes de emergência formadas por enfermeiras, médicos e oficiais das províncias próximas estão a caminho de Logar para ajudar na busca por sobreviventes.

 

O porta-voz do grupo Talibã, Zabiullah Mujahid, negou a autoria do ataque.

 

EUA. No início da semana, o governo norte-americano anunciou a retirada de 33 mil soldados do Afeganistão. Após o anúncio, França e Espanha também divulgaram planos de retirada de soldados até o fim do ano.

 

Neste sábado, a Otan afirmou que um membro da organização teria morrido no ataque ao hospital, mas não divulgou mais detalhes sobre a morte.

 

Atualizado às 9h40

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãocarro-bombaexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.