Explosão de carro-bomba mata pelo menos 10 na Argélia

A explosão de um carro-bomba na entrada de uma academia militar argelina resultou na morte de pelo menos dez pessoas na noite desta sexta-feira, informaram autoridades locais. Fontes nos serviços de segurança da Argélia disseram se tratar de um ataque suicida.

Agência Estado

26 de agosto de 2011 | 20h02

O alvo foi a academia militar de Cherchel, 180 quilômetros a oeste de Argel. Os números fornecidos pelas fontes nos serviços de segurança são conflitantes, mas foi possível apurar que a explosão causou a morte de pelo menos dez pessoas.

A Argélia, que durante anos foi cenário de uma rebelião islâmica, voltou a ser palco de episódios de violência, a maior parte atribuída ao braço da rede extremista Al-Qaeda no norte da África.

Mais de 200.000 pessoas - entre supostos extremistas, civis e forças de segurança - perderam a vida desde o início de uma rebelião islâmica em 1992, quando o Exército cancelou uma eleição na qual a vitória de partidos islâmicos parecia certa. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Argéliaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.