Explosão de carro-bomba mata pelo menos 25 iraquianos

Um carro-bomba foi detonado por volta de 7h40 desta quarta-feira (hora local) contra um centro de recrutamento do exército no centro de Bagdá, onde centenas de iraquianos faziam fila para oferecer seus serviços. Há pelo menos 25 mortos, segundo o exército norte-americano.A explosão ocorreu no centro de Bagdá, a menos de 1,5 quilômetro da chamada "zona verde", área de segurança máxima onde as tropas de coalizão encabeçadas pelos EUA têm seus quartéis. Todas as vítimas são iraquianas.O número de mortos pode ser ainda maior. O vice-ministro do Interior do Iraque, Ahmed Ibrahim, informou que há 47 vítimas fatais e 50 feridos. Ele disse à imprensa que ?este crime não deterá a marcha popular pela democracia?.A detonação acontece apenas um dia depois do atentado suicida desta terça-feira contra uma delegacia de polícia em um povoado a 59 km ao sul de Bagdá que deixou 53 mortos e dezenas de feridos, entre eles iraquianos que procuravam emprego. As forças de coalizão têm advertido que os rebeldes devem aumentar suas ações contra os iraquianos que colaboram com a ocupação, especialmente antes da entrega do comando do país a um governo provisório iraquiano, prevista para 30 de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.