Explosão de carro-bomba mata quatro em Bagdá

A explosão de um carro-bomba próximo a uma igreja, no momento que os fiéis saíam da missa, matou hoje pelo menos quatro civis e deixou 18 feridos em um dos vários ataques contra a minoria cristã no Iraque. Três cristãos e um muçulmano morreram após a explosão da bomba por volta das 19h (hora local). Um funcionário do hospital al-Kindi confirmou o número de mortos e disse que pelo menos 18 pessoas ficaram feridas.

AE-AP, Agencia Estado

12 de julho de 2009 | 19h26

Também hoje, uma bomba explodiu próxima a um comboio de funcionários americanos, incluindo o embaixador dos EUA, Christopher Hill, contudo, ninguém ficou ferido. A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Joanne Moore, disse que a bomba explodiu quando o comboio viajava na província de Dhi Qar, no sul do Iraque.

Tudo o que sabemos sobre:
Bagdácarro-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.