Explosão de gás em mina faz 17 mortos na Turquia

Pelo menos 17 mineiros morreram e cinco ficaram feridos na explosão de gás metano ocorrida nanoite de quinta-feira em uma mina de carvão no oeste da Turquia, disseram fontes oficiais. O ministro de Energia, Hilmi Guner, que abriu uma investigação sobre o caso, disse nesta sexta-feira que na mina de Balikesir trabalhavam 57 mineiros. Guner acrescentou que três ainda estão soterrados, e, portanto, o número de mortes poderia ser maior. "Resgatamos 35 pessoas vivas. Infelizmente, perdemos 17 mineiros e cinco estão feridos. Continuamos os trabalhos de resgate para resgatar três trabalhadores que estão sob os escombros", disse o ministro. Todos os mineiros viviam nos povoados próximos à mina. O ministro negou a falta de medidas de segurança nas minas, mesmo com o registro de dois acidentes semelhantes na mesma região no ano passado. "Infelizmente, acidentes acontecem na mineração. Pode haver fuga de gás minutos depois de tudo ser checado", argumentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.