Explosão de granadas deixa 2 mortos e 26 feridos na capital do Quênia

Artefatos foram jogados contra ônibus no centro da cidade; polícia suspeita de rede ligada à Al-Qaeda

Efe,

20 de dezembro de 2010 | 19h17

 

Atualizado às 19h23

 

NAIRÓBI- Ao menos duas pessoas morreram e outras 25 ficaram feridas em um atentado com granadas perpetrado contra um ônibus em Nairóbi, capital do Quênia, com destino a Kampala, em Uganda.

 

Segundo o jornal queniano Daily Nation, a explosão ocorreu na tarde de hoje, quando o veículo se preparava para sair de uma estação no centro da cidade e quatro pessoas lançaram granadas contra os passageiros, que estavam subindo no ônibus.

 

Até o momento, de acordo com o periódico, a polícia indicou que dois dos autores do atentado foram mortos por disparos das forças de segurança, um terceiro foi detido ao ficar ferido por suas próprias granadas e o quarto está foragido.

 

As autoridades quenianas não apontaram nenhum grupo como responsável pelo incidente, mas a polícia ugandense advertiu que tinha "importantes indicações" de que grupos ligados à Al-Qaeda preparavam atentados em países africanos para o período do Natal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.