Explosão de mina mata 16 civis no sul do Afeganistão

Minas e outros artefatos improvisados são táticas comuns usadas pelo taleban no país

Efe

29 de julho de 2011 | 09h43

CABUL - Pelo menos 16 civis morreram nesta sexta-feira, 29, pela explosão de uma mina à passagem da caminhonete na qual se deslocavam na província de Helmand, no conflituoso sul do Afeganistão, informou uma fonte oficial.

 

O acidente ocorreu na região de Balochan, no distrito de Nahri Sarraj, quando uma mina explodiu e atingiu a caminhonete na qual viajavam as 16 pessoas, entre elas duas crianças, disse o porta-voz do governador da província, Dawoud Ahmadi.

 

Já o chefe de segurança da Polícia provincial, Kamaludin Sherzad, elevou o número de vítimas a 18, em declarações à agência afegã "AIP".

 

As minas e os artefatos explosivos improvisados são táticas frequentes dos insurgentes taleban para atacar as forças de segurança no país asiático, mas com frequência causam muitas vítimas civis.

 

Segundo relatório da missão das Nações Unidas no Afeganistão (Unama) publicado no início de junho, o número de civis mortos durante os primeiros seis meses de 2011 foi de 1.462, o mais alto desde que começou a guerra no Afeganistão, há quase uma década.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.