Explosão de mina na Nova Zelândia deixa pelo menos 30 desaparecidos

Equipes de resgate foram deslocadas para a jazida de Pike River, localizada na ilha sul do país

Efe

19 de novembro de 2010 | 04h43

SIDNEY - Pelo menos 30 trabalhadores estão desaparecidos depois de uma explosão em uma mina de carvão na Nova Zelândia nesta sexta-feira, 19, informaram fontes oficiais.

O acidente ocorreu às 16h30 da hora local (1h30 de Brasília) na jazida de Pike River, a 50 quilômetros ao norte da localidade de Greymoth, na Ilha Sul.

Por enquanto se desconhecem mais detalhes, mas a imprensa local informou que equipes de resgate e bombeiros estão se deslocando para a zona em ambulâncias e helicópteros para tentar encontrar e resgatar os mineradores e atender os feridos.

O prefeito de Greymouth, Tony Kokshoorn, indicou que no momento da explosão entre 25 e 30 trabalhadores estavam dentro da mina e disse que foi perdida a comunicação com eles.

"Mantenhamos os dedos cruzados, mas não tenho boas sensações", acrescentou Kokshoorn.

A mina de Atarau, de onde se extrai carvão de alta qualidade para produzir aço, se encontra próxima a uma jazida já fechada, onde 18 trabalhadores perderam a vida em uma explosão em 1968.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.