Explosão de ônibus no Egito foi ataque suicida

Autoridades de segurança do Egito afirmaram que um homem-bomba foi responsável pela explosão que atingiu um ônibus que transportava turistas sul-coreanos no domingo.

Agência Estado

17 de fevereiro de 2014 | 12h17

Depois de analisar imagens do circuito interno do veículo, a polícia egípcia concluiu que um suicida embarcou no ônibus turístico e detonou os explosivos perto da porta. Mais cedo, autoridades da Coreia do Sul haviam dito que o atentado causou a morte de três sul-coreanos e do motorista egípcio.

Os turistas eram todos cristãos e membros do mesmo grupo de uma igreja do município de Jincheon, Coreia do Sul, que estavam em uma viagem de 12 dias pela Turquia, Egito e Israel. Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do SulEgitoônibusatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.