Explosão de ônibus no Paquistão mata 16 crianças

Dezesseis crianças e uma professora morreram após um curto-circuito próximo ao tanque de gás provocar a explosão de um micro-ônibus escolar no leste do Paquistão, na manhã deste sábado (25). De acordo com a polícia local, outras cinco menores ficaram feridas e três delas estão em estado grave. O acidente aconteceu na província de Gujrat, a cerca de 200 km da capital Islamada. As crianças tinham entre 6 e 12 anos.

AE, Agência Estado

25 Maio 2013 | 13h37

Imagens de TV mostraram o micro-ônibus queimado e os parentes das vítimas chorando fora de um hospital. Uma estudante disse ao canal de notícias do Paquistão Geo que o motorista fugiu quando o veículo pegou fogo. Ele está sendo procurado pelas autoridades.

O oficial de polícia, Ijaz Ahmad, disse que o motorista poderia ter salvo muitas vidas. "Nos foi dito que ele fugiu de lá quando as crianças estavam pedindo por ajuda", disse o policial.

Em comunicado, o presidente paquistanês, Asif Ali Zardari, expressou "choque profundo" sobre o acidente e indicou que as autoridades ofereçam o melhor atendimento médico para as crianças feridas. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Paquistãoexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.