Explosão deixa 15 mortos na Caxemira

Um carro-bomba explodiu perto da entrada da assembléia legislativa de Srinagar, capital da província indiana da Caxemira, matando pelo menos 15 pessoas. Suspeita-se que um militante tenha dirigido o carro até o prédio da assembléia e detonado a bomba, minutos após o encerramento de um encontro de políticos locais. Nos últimos 12 anos, mais de uma dezena de grupos extremistas islâmicos tem lutado pela independência da província da Caxemira ou então pela anexação da região ao território do Paquistão. Dezenas de milhares de pessoas morreram nesses confrontos. O governo paquistanês apóia abertamente a luta dos militantes islâmicos. A Índia acusa o Paquistão de armar e treinar os rebeldes, mas os paquistaneses negam a acusação e alegam que oferecem apenas um lugar para viver a esses rebeldes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.