Explosão deixa ao menos dez mortos na Síria

Uma forte explosão atingiu neste domingo Damasco e matou dez pessoas, enquanto o enviado de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) visita a capital da Síria para conversas com o presidente Bashar Assad sobre a crise no país.

Agência Estado

21 de outubro de 2012 | 09h40

Falando da cena do ocorrido, uma autoridade disse que um táxi carregado de artefatos explodiu a 50 metros da principal delegacia do bairro de Bab Touma. Essa fonte e uma outra autoridade disseram que 17 pessoas ficaram feridas. O bairro de Bab Touma é habitado principalmente por membros da minoria cristã da Síria.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, baseado em Londres, informou que dez pessoas morreram e dezenas se feriram no atentado, acrescentando que não estava claro se as vítimas e os feridos eram civis ou policiais.

A explosão coincide com a presença na capital síria do enviado de paz da ONU, Lakhdar Brahimi. Neste domingo, ele pediu, após conversas com Assad, para os dois lados no conflito declararem um cessar-fogo "unilateral" durante o feriado de Eid al-Adha. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaexplosãoviolênciamortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.