Explosão deixa cinco mortos e sete feridos em Kirkuk

Fontes explicaram que a explosão aconteceu sábado à noite nas proximidades de uma revendedora de carros

EFE

24 de agosto de 2008 | 04h53

Pelo menos cinco pessoas morreram e outras sete ficaram feridas em uma explosão no sudoeste de Kirkuk, 250 quilômetros ao norte de Bagdá. Fontes explicaram que a explosão aconteceu sábado à noite nas proximidades de uma revendedora de carros. A explosão foi um atentado suicida. A explosão também danificou vários veículos, afirmaram as fontes, que informaram que as tropas americanas isolaram o local após o incidente. De acordo com a "Aswat al-Iraq", entre os mortos está um dos dirigentes do chamado "Conselho de Salvação" em Kirkuk. Estas milícias são integradas por voluntários sunitas que, respaldados pelo Governo Iraquiano e pelo Exército americano, lutam contra os membros da Al Qaeda em diferentes províncias do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.