Explosão deixa cinco mortos em Bogotá

Quatro policiais e uma criança morreram e diversas pessoas ficaram feridas quando uma bomba colocada perto de uma bicicleta explodiu hoje em frente a um restaurante de Bogotá, informou a polícia. David Hernandez, um paramédico no local do incidente, disse que três oficiais de polícia e uma mulher não identificada foram levados a um hospital, com graves ferimentos. Alberto Cantillo, porta-voz da polícia no local do atentado, disse a jornalistas que quatro oficiais morreram na explosão. O restaurante Josefa fica de frente para a Delegacia de Polícia de Fátima, na zona sul de Bogotá. A polícia iniciou as investigações. Até o momento, nenhum suspeito foi revelado. Centenas de pessoas reuniram-se no local, onde um pequeno corpo jazia na rua, coberto por um lençol. Outro corpo jazia nas proximidades, sobre a calçada. As janelas de um prédio próximo estavam estilhaçadas, assim como o pára-brisa de um caminhão da polícia estacionado em frente ao restaurante. O pequeno restaurante ficou com a fachada destruída e uma bicicleta, quase irreconhecível, estava caída na rua. A Colômbia foi atingida por uma série de atentados nos arredores de Bogotá nas últimas semanas. Ontem, o prefeito de Bogotá, Antanas Mockus, pediu aos moradores da cidade que desligassem as luzes durante três minutos, nesta sexta-feira, em protesto contra a violência.

Agencia Estado,

25 Janeiro 2002 | 16h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.