Explosão deixa dois mortos e 19 feridos na Índia

Uma bomba explodiu nesta quinta-feira, deixando dois mortos e 19 feridos no sul da Índia, uma região afetada por semanas de violência envolvendo militantes de esquerda.A bomba foi colocada num estacionamento de Hyderabad, capitaldo Estado indiano de Andhra Pradesh, informou o secretário estadual de Finanças, Y. Ramakrishnudu, a parlamentares naassembléia legislativa.Uma segunda bomba foi encontrada nos arredores do local e desarmada por especialistas. Quatro pessoas sofreram queimaduras graves, inclusive um garoto de 11 anos, disseram médicos do Hospital Yashoda sob condição de anonimato. Sete membros de uma mesma família estão entre os feridos.Investigadores disseram que a bomba foi detonada por controle remoto e suspeitam que militantes de esquerda sejam os autoresdo atentado. O estacionamento fica próximo a um templo hindu.Horas antes da explosão, o secretário de Tesouro dos Estados Unidos, Paul O´Neill visitou um centro de alta tecnologia nacidade, um dos principais pólos do setor de informática naÍndia. Ele visitou Hyderabad antes de participar de uma reuniãodos ministros das Finanças do G-20 em Nova Délhi.Recentemente, militantes da organização maoísta proscritaGrupo de Guerra do Povo realizaram uma série de ataques emAndhra Pradesh.Ontem, eles causaram uma explosão numa estação ferroviária,obrigando as autoridades locais a desviarem as rotas de diversostrens. Não houve vítimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.