Explosão deixa um morto e um ferido em ônibus em Mianmar

Homem de 55 anos morreu e veículo estava a cerca de 130 quilômetros de Rangun no momento da explosão

Efe,

15 de julho de 2008 | 06h01

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida na explosão de uma bomba num ônibus ao norte de Rangun, em Mianmar (antiga Birmânia), informou nesta terça-feira, 15, a imprensa oficial da Junta Militar. O diário New Light of Mianmar, que o regime usa para divulgar suas mensagens, informou que um homem de 55 anos morreu e que o veículo estava a cerca de 130 quilômetros de Rangun no momento da explosão. Há duas semanas, uma pequena bomba de fabricação caseira foi detonada junto a escritórios da legenda pró-governo Associação para o Desenvolvimento e a Solidariedade da Nação (USDA, em inglês). A Junta Militar atribuiu o ataque à Liga Nacional pela Democracia (LND), o principal partido da oposição, liderado pela Nobel da Paz Aung San Suu Kyi, sob prisão domiciliar desde 2003. No entanto, a autoria daquele ataque, e de outros dois perpetrados em abril, em Rangun, foi reivindicada por um grupo clandestino integrado por birmaneses de diversas etnias, e considerado responsável por vários atentados no passado.

Tudo o que sabemos sobre:
Mianmarexplosãoataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.