Explosão deixa um morto em Israel

Uma bomba explodiu hoje em uma estação de trem da cidade de Binyamina, no norte de Israel, matando uma pessoa e ferindo outras cinco. Testemunhas deram versões conflitantes sobre o atentado: algumas disseram ter se tratado de um carro-bomba, enquanto outras afirmaram ter sido obra de um suicida palestino. O chefe do serviço de resgate, Avi Zohar, confirmou à Rádio Israel que uma mulher, ainda não identificada, morreu na explosão. Segundo ele, além dos feridos, várias outras pessoas foram afetadas pelo choque. Várias ambulâncias foram enviadas à estação e a polícia bloqueou a área. Especialistas em explosivos vasculhavam o local em busca de novos dispositivos. O serviço de trem entre Tel Aviv e Haif foi interrompido. Binyamina está localizada na linha principal. A explosão ocorreu depois de um dia de violência na Cisjordânia. Tanques israelenses invadiram a parte controlada por palestino de Hebron nas primeiras horas do dia, destruindo quatro postos policiais administrados pela Força 17, um grupo de elite da polícia do líder palestino Yasser Arafat. Segundo Israel, a Força 17 está envolvida em ataques contra alvos judeus. A incursão israelense ocorreu depois de vários ataques com metralhadoras perpetrados por palestinos contra assentamentos judeus e o exército israelense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.