Explosão destrói oleoduto no Iêmen

Uma explosão destruiu nesta sexta-feira um oleoduto operado por uma empresa americana de petróleo no Iêmen, disseram autoridades locais. Não há relatos de mortos na explosão, que pôs fogo no duto de cerca de 400 kilômetros. Técnicos da Hunt Oil, petrolífera americana de Dallas, no Texas, que opera o duto, tentavam apagar o incêndio. Autoridades locais puseram a culpa pelo atentado em integrantes de tribos do interior do país. O Iêmen tem um histórico de seqüestro de estrangeiros e sabotagem perpetrados por integrantes de tribos. O motivo dos atentados é forçar o governo do país a investir em áreas do interior onde geralmente não chegam serviços básicos. O oleoduto explodido hoje leva petróleo da região de Safer, no interior do Iêmen, até o Mar Vermelho. Durante a década de 90, o mesmo oleoduto foi explodido várias vezes, em atentados cuja responsabilidade sempre foi atribuída a tribos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.