Explosão destrói parte de estacionamento em Madri

Uma forte explosão destruiu parte de um estacionamento subterrâneo, danificando diversos automóveis e espalhando fumaça numa praça pública, horas depois de uma parada militar. Autoridades espanholas disseram que 14 pessoas, incluindo policiais, ficaram feridas. A maioria dos feridos foi socorrida no local por terem inalado fumaça. Segundo o prefeito Jose Maria Alvarez del Manzano, bombeiros rastrearam a área e não encontraram nenhuma bomba. A explosão aconteceu pouco antes da meia-noite na Plaza de Colon (horário local). Nenhuma organização reivindicou a autoria do atentado. As suspeitas recaem sobre o grupo separatista basco ETA.

Agencia Estado,

12 Outubro 2001 | 22h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.