Radio Free Europe/Radio Liberty via AP
Radio Free Europe/Radio Liberty via AP

Explosão em arsenal militar obriga retirada de habitantes de cidade no Casaquistão

'Pela magnitude do fato, achamos necessário evacuar a cidade', disse o chefe do governo da província local

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de junho de 2019 | 09h07
Atualizado 24 de junho de 2019 | 11h19

NURSULTAN - Uma explosão causou um incêndio nesta segunda-feira, 24, em um arsenal militar na cidade de Arys, no sul do Casaquistão. O acidente obrigou a retirada dos habitantes da cidade. Cerca de 31 pessoas ficaram feridas, informaram as autoridades do país à Reuters.

O acidente, cujas causas são desconhecidas, aconteceu por volta das 9h20 (horário local, 0h20 em Brasília). Após o acidente, o governo decretou estado de emergência em toda a província do Turquestão, da qual Aryz faz parte, cidade de quase 60 mil habitantes.

"Pela magnitude do fato, achamos necessário evacuar a cidade", disse Umirzak Shukeyev, chefe do governo da província. O ministro da Defesa casaque Nurlan Emerkbayev foi para Arys para "avaliar pessoalmente a situação e tomar as medidas que forem necessárias", afirmou a assessoria de imprensa da pasta.

As autoridades montaram dois hospitais de campanha, com cem camas cada um, para atender aos possíveis feridos por causa do acidente. / Com informações da Reuters e EFE.

Tudo o que sabemos sobre:
Cazaquistão [Ásia]incêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.