Explosão em boate na Rússia mata 103 pessoas

O pânico fez com que várias pessoas fossem pisoteadas e mortas em uma popular boate russa, a Lamê Horse, quando tentavam fugir do fogo no noite desta sexta-feira. De acordo com a polícia, 103 pessoas morreram dentro da boate, situada na cidade de Perm, e pelo menos 90 tiveram ferimentos mais graves.

AE-AP, Agencia Estado

05 de dezembro de 2009 | 09h31

Segundo uma testemunha, o fogo começou a partir da explosão de fontes de pirotecnia que tinham sido montadas no palco. A polícia prendeu o dono da boate e o gerente.

Oficiais disseram que os administradores da boate ignoraram repetidos pedidos de autoridades de fazer as modificações necessárias para adequar o interior da boate aos padrões de segurança contra incêndio. "Eles não têm cérebro, em consciência", disse o presidente President Dmitry Medvedev, que pediu punição severa aos culpados.

Segundo a polícia, a maioria dos mortos ou foi sufocada pisoteada. "O fogo se espalhou muito rápido e o pânico levou às mortes em massa", disse a investigadora Marina Zabbarova. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiaexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.