Ilyas Sheikh/Efe
Ilyas Sheikh/Efe

Explosão em comício eleitoral mata ao menos 25 no Paquistão

Ataques contra os três principais partidos políticos impediram muitos candidatos de fazerem campanha aberta

O Estado de S. Paulo,

06 de maio de 2013 | 12h48

(Atualizada às 15h) PESHAWAR - Uma explosão em um comício eleitoral organizado por um partido religioso matou ao menos 25 pessoas em Kurram, no noroeste do Paquistão, nesta segunda-feira, 6, disseram autoridades.

O ataque, que ocorreu em um encontro de membros do partido Jamiat Ulema-e-Islam, também feriu 65 pessoas. O grupo taleban do Paquistão disse ter sido autor do atentado.

Desde abril, o Taleban matou mais de 90 pessoas em ataques contra os três principais partidos políticos do país, impedindo muitos de seus candidatos mais proeminentes de fazerem campanha aberta. Mas o grupo militante tem mirado também partidos moderados em sua tentativa de minar as eleições gerais, previstas para 11 de maio.

A votação marca a primeira vez que uma eleição é realizada para decidir sobre a transição entre governos civis. Os militares governaram o Paquistão durante mais de metade da sua história de 66 anos, seja por meio de golpes de Estado ou de forma velada.

Mas a violência do Taleban manchou a eleição, com alguns candidatos com medo de fazer campanha. / REUTERS

 
Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãocomício eleitoral

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.