Explosão em fábrica ilegal de fogos de artifício deixa 13 mortos

Uma explosão numa fábrica ilegal de fogos de artifício deixou 13 mortos no noroeste da China, nesta segunda-feira. As vítimas ficaram sob os escombros de três salas do prédio onde a fábrica estava instalada, afirmou o porta-voz do governo do condado de Shanyang, na província de Shaanxi. A maior parte dos mortos era composta por mulheres com idade entre 12 e 70 anos. A causa da explosão ainda está sendo investigada. A polícia está atrás do dono da fábrica, Liu Mingchao, que fugiu numa motocicleta depois de providenciar o socorro aos feridos. A mãe de Liu está entre os mortos e sua esposa sofreu lesões na cabeça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.