Explosão em fábrica na China mata 69

Outras 120 pessoas ficaram feridas no pior acidente industrial no país em um ano

O Estado de S. Paulo, O Estado de S. Paulo

02 de agosto de 2014 | 14h19

PEQUIM - A China sofreu seu pior acidente industrial em um ano neste sábado, 2, quando uma explosão em uma fábrica matou ao menos 69 pessoas e feriu mais de 120. A fábrica de peças automotivas é fornecedora de empresas americanas, como a General Motors.

A explosão ocorreu na rica província de Jiangsu, por volta das 7h30 (horário local), na cidade de Kunshan. A maioria das vítimas era de trabalhadores imigrantes, na casa dos 20 anos. A fábrica pertence à companhia taiwanesa Zhongrong.

A agência oficial chinesa Xinhua disse que cinco supervisores da fábrica estavam sendo interrogados pelas autoridades. De acordo com a agência, as autoridades conduzem a investigação como um potencial comportamento negligente dos gerentes da planta.

Em janeiro, 16 pessoas morreram perto da província de Zhejiang quando um incêndio destruiu uma fábrica de calçados. No ano passado, um incêndio em um abatedouro de aves no nordeste da China matou 120 trabalhadores. Investigadores disseram que as saídas da planta estavam bloqueadas, o que contribuiu para o elevado número de mortos. / NYT e REUTERS 

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaacidente industrial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.