Khalil Al-A'nei/Efe
Khalil Al-A'nei/Efe

Explosão em frente a uma mesquita deixa 12 mortos no Iraque

Mais de 5 mil pessoas morreram em episódios de violência sectária desde abril deste ano

AE, Agência Estado

15 de outubro de 2013 | 11h38

Pelo menos 12 pessoas morreram na explosão de uma bomba nesta terça-feira, 15, em frente a uma mesquita sunita no norte do Iraque. Os fiéis deixavam o templo após as orações que marcaram o início do feriado muçulmano de Eid al-Adha.

Além das 12 pessoas mortas, 24 ficaram feridas, informaram autoridades iraquianas. A explosão ocorreu em frente à mesquita de al-Qodus, em Kirkuk, uma cidade rica em petróleo situada 290 quilômetros ao norte de Bagdá, disse o coronel de polícia Taha Salaheddin.

Nenhum grupo assumiu a autoria do atentado. O Iraque atravessa no momento a mais grave escalada de violência sectária desde 2008.

A violência agravou-se a partir de abril deste ano, quando forças do governo, liderado por xiitas, reprimiram um protesto de sunitas no norte do país. Mais de 5 mil pessoas morreram em episódios de violência sectária desde então, segundo acompanhamento da Organização das Nações Unidas (ONU)./ AP

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolência sectária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.