Explosão em Israel mata 3, deixa 33 feridos e danifica edifício

Segundo a polícia local, ataque não é terrorista; porta-voz fala em 'origem desconhecida'

estadão.com.br,

16 de junho de 2011 | 19h37

Atualizado às 20h21

 

Local da explosão ocorrida na madrugada de sexta; para polícia, não foi ataque terrorista

 

NETANYA - Uma explosão em Netanya, cidade ao norte de Tel Aviv, matou três pessoas e deixou pelo menos 33 feridos de acordo com o jornal local Yediot Aharonot. Segundo autoridades, o incidente não tem conexão com grupos terroristas. A explosão ocorreu logo após a meia-noite (horário local, 18h no horário de Brasília). 

 

Segundo o porta-voz da polícia israelense, Mickey Rosenfeld, "uma explosão ocorreu em um prédio de quatro andares em Netanya, deixando feridos". Imagens mostram o edifício bastante danificado.

 

Gás

 

Rosenfeld teria dito, segundo a AFP, que a origem do incidente é desconhecida. Uma testemunha disse à rádio que entre os escombros do prédio era possível sentir cheiro de gás. Mais tarde, o porta-voz disse que a explosão parecia ter sido resultado de vazamento em um balão de gás.

 

Ele também anunciou que uma investigação seria realizada. À AP, o porta-voz afirmou que a investigação buscaria "confirmar que a explosão não foi resultado de um incidente terrorista".

 

A rádio pública de Israel disse que pelo menos três pessoas morreram na explosão e mencionou, segundo a AFP, 15 feridos. O número depois foi ampliado. A explosão, de acordo com a rádio, derrubou parte do edifício, localizado em uma região central da cidade.

 

Dezenas de ambulâncias foram enviadas para o local para atender os feridos. No passado, Netanya foi alvo de ataques terroristas suicidas. Contudo, por conta do horário e do local da explosão, autoridades estão descartando que se trate de um atentado.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelpalestinosNetanyaacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.