Explosão em mercado do Cairo mata turista francesa

Uma bomba explodiu hoje em um mercado do Cairo frequentado por turistas matando uma francesa e ferindo pelo menos outras 17 pessoas, entre elas 11 turistas franceses e três alemães, além de quatro egípcios, informou a polícia local. A explosão ocorreu perto do famoso e movimentado mercado de Khan el-Khalili, localizado na parte antiga do Cairo, frequentado tanto por turistas quanto pela população local. As autoridades informaram que uma pequena bomba foi jogada em frente a um café próximo à mesquita detonando pedras e fragmentos de mármore que atingiram os que passavam no local. Uma hora depois a polícia, usando cães farejadores, encontrou uma outra bomba que foi desarmada com segurança.O último ataque ocorrido no local foi em abril de 2005, quando um suicida explodiu uma bomba matando dois franceses e um norte-americano. O Egito enfrentou uma longa guerra com militantes islâmicos nos anos 1990, culminando em um massacre de mais de 50 turistas em Luxor, em 1997. Os rebeldes foram derrotados e desde então os ataques foram reduzidos. Entretanto, ataques contra resorts ocorreram na Península de Sinai ocorrendo, incluindo um em Sharm el-Sheik em 2005, quando mais de 60 pessoas foram mortas. O turismo é uma das principais fontes de renda do Egito. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.