HOSHANG HASHIMI / AFP
HOSHANG HASHIMI / AFP

Explosão em mesquita de base militar deixa 9 mortos no Afeganistão

Porta-voz do Exército confirma ataque, mas diz que a natureza da explosão ainda está sob investigação; ao menos 23 pessoas ficaram feridas

O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2018 | 10h35

CABUL - Pelo menos 9 soldados morreram e outros 23 ficaram feridos nesta sexta-feira, 23, em uma explosão durante a oração do dia em uma mesquita no interior de uma base militar na província de Khost, no leste do Afeganistão.

"De acordo com a informação inicial, 9 membros do Exército morreram e outros 23 ficaram feridos" em uma mesquita no interior da base, disse o porta-voz do governador de Khost, Talib Mangal.

Mangal afirmou que o explosão aconteceu por volta das 13h30 (7 horas, em Brasília), enquanto eram feitas as orações dentro da mesquita na base do Exército afegão no distrito de Mandozai em Khost.

O porta-voz do regimento do Exército onde aconteceu o ataque, Abdul Haq Sargand, confirmou o ataque e o número de vítimas na base militar, explicando que "a natureza da explosão ainda não está clara".

"Estamos investigando. Esta é a informação inicial até agora", afirmou Sargand. Por enquanto, nenhum grupo insurgente reivindicou a autoria do ataque.

O Afeganistão atravessa um dos seus períodos mais sangrentos desde o fim da missão de combate da Otan em janeiro de 2015. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Afeganistão [Ásia]terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.