Explosão em mesquita mata ao menos duas pessoas no Paquistão

Atentado ocorre na cidade de Peshawar; número de vítimas ainda pode aumentar

Efe e Reuters

22 de outubro de 2010 | 08h54

ISLAMABAD - Pelo menos duas pessoas morreram e várias sofreram ferimentos por causa da explosão de uma bomba registrada em frente a uma mesquita sunita perto da cidade Peshawar, no noroeste do Paquistão, durante as orações de sexta-feira, informou nesta sexta-feira, 22, uma fonte policial.

 

O explosivo, acionado por controle remoto, foi detonado quando dezenas de pessoas tinham se reunido no templo, na zona de Pishtakhara da capital da conflituosa província de Khyber Pakhtunkhwa.

 

As forças de segurança isolaram a área e os feridos foram levados para um hospital próximo, segundo os meios de imprensa paquistaneses. Há versões que dão conta de até três mortos.

 

Pishtakhara fica no sul de Peshawar e é um dos principais pontos de entrada à cidade desde as áreas tribais fronteiriças com o Afeganistão. A mesquita atacada é de credo sunita, a corrente islâmica majoritária no Paquistão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.