Explosão em mina chinesa mata 17 funcionários

Detonação aconteceu por explosivos armazenados de maneira irregular, perto dos alojamentos dos operários

Efe,

31 de julho de 2010 | 05h44

PEQUIM - Na madrugada deste sábado, 31, uma explosão em uma mina de carvão no norte da China causou a morte de 17 funcionários e deixou outros 20 feridos, informou a agência oficial de notícias Xinhua.

O acidente aconteceu em uma jazida pertencente à companhia Yangquan Coal Industrys Group, em Linfen, na província de Shanxi.

Os feridos foram levados a um hospital, e estão em situação estável, segundo um porta-voz local.

Os trabalhos de busca de vítimas foram finalizados, segundo a fonte, que assinalou que a explosão aconteceu em local próximo aos dormitórios dos operários.

As investigações iniciais indicam que a detonação foi provocada por explosivos armazenados de maneira ilegal na área, e um suspeito foi detido pela polícia.

Nas últimas semanas aconteceram vários acidentes nas minas de carvão chinesas, as mais perigosas do mundo, causando mais de 50 mortes.

O carvão representa 70% do consumo energético do gigante asiático. A exploração excessiva e a precariedade das medidas de segurança causaram mais de 2.600 mortes só em 2009.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.