Explosão em mina de carvão mata 18 pessoas na China

Mina de Shizishan começou a operar em julho de 2005 e estava em uma 'lista negra' publicada pelo governo

Efe,

03 de dezembro de 2007 | 02h43

Uma explosão em uma mina de carvão na província de Yunnan (sudoeste) matou 18 trabalhadores chineses e deixou vários desaparecidos, informou nesta segunda-feira, 3, a agência oficial Xinhua. O acidente aconteceu às 9 horas deste domingo (23 horas de sábado em Brasília), na mina de Shizishan, no distrito de Zhenxiong, quando cerca de 50 trabalhadores se encontravam em seu interior. As equipes de resgate conseguiram retirar com vida oito dos mineiros logo após a explosão. No entanto, com o passar das horas o número de vítimas fatais chegou a 18. Vários mineiros seguem soterrados, por isso o número de mortos pode aumentar, enquanto as autoridades locais continuam com os trabalhos de resgate. A mina de Shizishan começou a operar em julho de 2005 e estava em uma "lista negra" publicada pelo Governo no dia 30 de agosto, por ser um poço perigoso, devido à alta densidade de gás e à falta de um bom sistema de ventilação. O setor carvoeiro chinês é o mais perigoso do mundo, com 4.700 mortes registradas em 2006.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinamina de carvão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.