Explosão em mina deixa 26 mortos no centro da China

Uma explosão em uma mina de carvão no centro da China matou 26 mineiros, disseram hoje funcionários. As autoridades afirmaram que os mineiros continuaram trabalhando apesar de uma ordem para interromper a produção. A explosão ocorreu na noite de ontem em uma mina na província de Henan, no condado de Mianchi, disse um funcionário identificado apenas como Li, da Administração de Segurança das minas de carvão de Henan. Vinte mineiros conseguiram escapar, segundo ele.

AE, Agência Estado

08 de dezembro de 2010 | 09h28

Uma investigação policial está em andamento no caso, informou a agência estatal Xinhua. A maioria dos acidentes do tipo ocorre por faíscas ou chamas que entram em contato com metano ou outros gases. A mina pertencia à Juyuan Coal Industry, uma subsidiária da estatal Yi Ma Coal Industry Group. Havia uma ordem para que a mina interrompesse suas operações, segundo a Xinhua. Não estava claro, porém, o motivo de a mina ainda estar funcionando no momento do acidente.

Em outro acidente ontem, um túnel de uma mina de carvão ruiu na província de Liaoning, no nordeste do país, deixando quatro mineiros mortos, segundo a Xinhua, que citou autoridades locais. Três homens conseguiram escapar da mina. As minas de carvão da China são as mais perigosas do mundo, com milhares de mineiros mortos todos os anos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaexplosãomina de carvão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.