Explosão em mina mata 16 pessoas na China

Uma explosão matou pelo menos 16 trabalhadores em uma mina de carvão chinesa que acabara de reabrir ilegalmente depois de ter sido fechada por razões de segurança, informou hoje a mídia oficial. A explosão ocorreu ontem em uma mina da cidade de Xuzhou, na província de Jiangsu. Segundo a agência Xinhua, 13 mineiros foram resgatados depois da detonação, mas 77 continuam desaparecidos. O primeiro-ministro chinês, Zhu Rongji, ordenou "esforço total" para que os trabalhadores soterrados sejam salvos, ao mesmo tempo em que o governo determinou, novamente, o fechamento da mina, afirmando que ela é tão perigosa como uma "bomba-relógio". Segundo um funcionário do governo local, a mina fora fechada em 15 de junho por "falta de segurança". No entanto, no início deste mês, o local foi reaberto pelos proprietários. De acordo com a fonte, que se identificou apenas como senhor Jiang, um dos donos da mina foi detido pela polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.