AP Photo/Tasnim News Agency, Mostafa Hassanzadeh
AP Photo/Tasnim News Agency, Mostafa Hassanzadeh

Explosão em mina no Irã deixa mais de 50 mineiros soterrados

Segundo a mídia local, ao menos dois mineiros teriam morrido; acidente foi provocado por um vazamento de gás

O Estado de S. Paulo

03 de maio de 2017 | 15h07

TEERÃ - Mais de 50 mineiros ficaram soterrados após uma forte explosão em uma mina de carvão no norte do Irã nesta quarta-feira, 3, e alguns podem ter morrido, informou a mídia local.

Segundo a mídia iraniana, mais de uma dúzia de feridos foram levados para um hospital após a explosão, ocorrida às 12H45 (horário local) na mina de carvão Zemestanyurt, na Província de Golestan. Nela, trabalham cerca de 500 mineiros. 

A agência de notícias estatal Irna citou uma autoridade local dizendo que ao menos dois dos mineiros soterrados podem ter morrido na explosão. 

Equipes de resgate de diferentes centros médicos e do Crescente Vermelho iraniano se dirigiram à área do acidente, que segundo os primeiros relatórios foi provocado por um vazamento de gás.

Os trabalhos de resgate estão sendo dificultados pela enorme quantidade de gás metano acumulado no interior da mina, na qual está sendo escavado um túnel secundário para facilitar o acesso aos mineiros presos.

O Irã extraiu 1,68 milhão de toneladas de carvão em 2016, um aumento em relação a anos anteriores, graças a uma redução das sanções internacionais. O país exporta apenas uma fração do carvão, e usa a maior parte da sua extração para a produção local de aço. / REUTERS e EFE 

Mais conteúdo sobre:
MineirosIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.