Explosão em porto colombiano mata cinco pessoas

Uma bomba matou cinco pessoas e deixou outras dez feridas nesta sexta-feira na cidade portuária colombiana de Buenaventura, onde guerrilhas e milícias competem pelo controle das rotas de tráfico de drogas. Entre os feridos há dois policiais e um menino, informou o governador da província de Valle del Cauca, Angelino Garzón, em uma rádio local. Buenaventura, o principal porto do país a cerca de 350 km da capital Bogotá, tem sido um recente alvo das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). "Este foi um ato terrorista levado a cabo pelas Farc... um ataque que mirava uma patrulha policial que passava pelo local", disse o comandante nacional da polícia, general Jorge Daniel Castro. Outra pequena explosão na sexta-feira atingiram prédios em Cajamarca, na província de Tolima, depois que um explosivo foi deixado em um ônibus. A polícia informou que ninguém ficou ferido. A violência da guerrilha colombiana tem diminuído desde que o presidente Álvaro Uribe iniciou há três anos sua campanha, apoia pelos Estados Unidos, para expulsar os rebeldes e desarmar grupos paramilitares ilegais que um dia lutaram contra as Farc.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.