Explosão em praça de Istambul deixa 15 feridos

Uma explosão na principal praça de Istambul, na Turquia, deixou 15 pessoas feridas neste domingo, em um suposto ataque suicida. Segundo a polícia local, a explosão ocorreu em uma área da praça Taksim, onde tropas de choque estavam de prontidão para o caso de manifestações.

AE, Agência Estado

31 de outubro de 2010 | 10h00

O chefe de polícia Huseyin Capkin disse que nove policiais e seis transeuntes ficaram feridos no ataque. Pelo menos duas das vítimas estavam em estado grave. De acordo com Capkin, o suspeito do ataque é do sexo masculino. Ele não forneceu mais detalhes, mas o canal de televisão NTV informou que o corpo do suposto homem-bomba estava próximo ao local da explosão, coberto com jornais.

Um das testemunhas do ataque, Veysel Surmeli, disse à rede de TV CNN-Turk que a polícia isolou todas as ruas que dão acesso à praça.

Rebeldes curdos que lutam por autonomia no sudeste da Turquia já promoveram ataques suicidas no passado. O ataque ocorre num momento em que um cessar-fogo unilateral anunciado pelos rebeldes está chegando ao fim. Militantes islâmicos também já realizaram ataques na cidade. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Turquiaatentadocurdos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.