Explosão em prédio deixa 17 mortos e vários feridos na Ucrânia

Pelo menos 20 pessoas continuam desaparecidas debaixo dos escombros no edifício que ruiu após uma explosão

Efe,

25 de dezembro de 2008 | 06h43

Pelo menos 17 pessoas morreram e 20 estão desparecidas após uma explosão em um prédio residencial da região de Yevpatoriya, na península da Criméia, na Ucrânia. O porta-voz do Ministério das Situações de Emergência Igor Krol afirmou que a explosão aconteceu na noite de quarta-feira, 24, e destruiu parte do edifício de cinco andares   Krol afirmou que 21 pessoas foram resgatadas dos escombros com vida e que há uma criança entre os mortos. As primeiras informações apontavam como causa da explosão o vazamento de gás. No entanto, informações do ministro de Emergência, Vladímir Shandra, a causa do acidente foi o vazamento de bombas de gás oxigênio e acetileno que eram guardados no sotão do prédio.   As buscas eram feitas por 300 pessoas do Ministério de Emergência e cerca de 150 militares e policiais, que contavam com ajudade equipamentos, carros de bombeiros e ambulâncias. A expectativa é que as buscas continuem durante todo o dia.   "Poderíamos trabalhar com pressa, mas as equipes de resgate trabalham só com as mãos, sem usar equipamentos pesados, pois ainda há esperanças de encontrarmos pessoas com vida sobre os escombros", afirmou Shandra.

Tudo o que sabemos sobre:
Ucrâniaexplosãoapartamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.