Explosão em trem mata pelo menos 10 pessoas na Índia

Pelo menos 10 pessoas morreram e 65 ficaram feridas quando uma bomba explodiu em um trem suburbano em horário de muito movimento, na maior estação ferroviária de Bombaim, a capital financeira da Índia.A explosão ocorreu em um vagão destinado só para mulheres, quando o trem entrava na estação de Mulund, um subúrbio de classe média, e os passageiros voltavam do trabalho. A explosão foi tão forte que arrancou parte do teto do vagão e dos assentos, e deixou ferros retorcidos ensangüentados.Todas as estações do país foram postas em alerta, além de instalações importantes em Bombaim. Testemunhas disseram que o pânico tomou conta dos passageiros e o trânsito na linha foi interrompido. A polícia cercou a área, para manter centenas de curiosos longe da área do atentado.A polícia disse que ninguém assumiu a responsabilidade pelo atentado, que ocorreu um dia antes do 10º aniversário de uma onda de ataques a bomba em Bombaim que matou mais de 250 pessoas.Esses ataques a bomba foram cometidos em meio a violentos confrontos entre muçulmanos e hindus provocados pela destruição de uma mesquita, por fanáticos hindus, na cidade de Ayodhya, norte da Índia, em 1992.Segundo a polícia, grupos islâmicos radicais cometeram pelo menos dois ataques a bomba nos últimos quatro meses em Bombaim, na costa ocidental da Índia. Em dezembro, 2 pessoas morreram e 31 ficaram feridas na explosão de uma bomba em um ônibus. Outra explosão, dias depois, feriu 23 pessoas em uma lanchonete McDonald. Em janeiro, 30 pessoas foram feridas quando uma bomba explodiu em uma movimentada rua de Bombaim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.