Explosão fere ao menos 50 no noroeste da China

Uma explosão em uma estação ferroviária feriu dezenas de pessoas nesta quarta-feira em Ürümqi, capital da província de Xinjiang, no noroeste da China, para onde o presidente Xi Jinping viajou recentemente com a promessa de combater os terroristas.

AE, Agência Estado

30 de abril de 2014 | 12h24

A explosão ocorreu às 19h (horário local) e ambulância estavam levando os feridos para o hospital, disse a imprensa estatal no twitter. Mais tarde, o veículo oficial disse que ao menos 50 pessoas tiveram ferimentos.

Uma foto da cena postada no perfil do Diário do Povo, o jornal oficial do governo, mostrou o que parecia ser policiais em uma rua repleta de detritos e malas abandonadas.

A agência estatal de notícias Xinhua informou que a polícia cercou todas as entradas para a praça em frente à estação e suspenderam todos os serviços de trem no local.

Ainda não está claro o que causou o acidente.

Xinjiang é conhecida pelas tensões étnicas causadas pela minoria muçulmana uigur. Em 2009, uma série de ataques em Ürümqi deixou cerca de 200 mortos. Apesar da repressão do governo central, a violência continua na província e começou a se espalhar para as regiões vizinhas.

Na semana passada, o presidente Xi pediu às autoridades do governo local para manterem a estabilidade social, promover o desenvolvimento econômico e social e fortalecer a unidade étnica. O líder chinês anunciou que iria implantar uma estratégia para lutar contra o terrorismo na região. Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.