Explosão mata 10 e deixa 20 feridos no Paquistão

Uma explosão aparentemente causada por um carro-bomba conduzido por um suicida matou dez pessoas na quarta-feira na província paquistanesa do Baluchistão (sudoeste), segundo a polícia.

REUTERS

31 de agosto de 2011 | 09h37

Duas mulheres e duas crianças estão entre os mortos, e cerca de 20 pessoas ficaram feridas no atentado ocorrido em Quetta, a capital provincial, em meio às celebrações do Eid al Fitr, que marca o fim do mês sagrado islâmico do Ramadã.

A região há anos enfrenta violência sectária e de militantes separatistas.

O policial Ayaz Haider disse que se tratou de um atentado com motivação sectária, num bairro habitado principalmente por membros da comunidade xiita Hazara. Outro policial afirmou, no entanto, que o caso ainda está sendo investigado.

Cerca de dez carros pegaram fogo depois da explosão, que também danificou casas próximas.

Ninguém reivindicou autoria do atentado.

(Por Gul Yousafzai)

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOBOMBAMORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.