Explosão mata 22 e deixa 70 feridos no Paquistão

Pelo menos 22 pessoas morreram e 70 ficaram feridas em uma explosão ocorrida hoje na região central do Paquistão, informaram autoridades locais. Hasan Iqbal, um funcionário do governo local, disse que, aparentemente, um carro-bomba foi usado no atentado.

AE-AP, Agencia Estado

15 de dezembro de 2009 | 10h27

A explosão atingiu um mercado da cidade de Dera Ghazi Khan, situado nas proximidades da residência de Zulfikhar Khosa, assessor do ministro-chefe de governo da província de Punjab. O socorrista Natiq Hayat disse que o atentado abriu uma imensa cratera em frente à residência de Khosa. No entanto, segundo os primeiros relatos, ninguém se feriu dentro da casa.

O episódio é o mais recente de uma série ataques suicidas nos quais mais de 500 pessoas já perderam a vida no Paquistão desde outubro. Os atentados têm sido atribuídos a militantes islâmicos como forma de retaliar uma ofensiva do Exército paquistanês a uma área tribal semiautônoma do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.