Explosão mata 4 e fere militante palestino na Síria

Uma bomba explodiu em um campo de refugiados palestinos em Damasco, matando quatro pessoas na quinta-feira. Segundo ativistas, um membro da Frente Popular de Libertação da Palestina-Comando Geral (FPLP-CG), grupo aliado do presidente Bashar Assad, ficou gravemente ferido.

AE, Agência Estado

23 de novembro de 2012 | 11h30

O dispositivo foi instalado embaixo do carro do integrante da FPLP-CG no campo de Yarmouk, que já foi cenário de outros ataques no começo do mês. A FPLP-CG atribui a responsabilidade da ação ao grupo rebelde Exército Livre da Síria.

O campo de Yarmouk também fica próximo de dois bairros do sul da capital, Tadamon e Hajar Aswad, onde militantes e tropas do governo tem travado conflitos que duram semanas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.