Explosão mata ao menos 25 no Afeganistão

Soldados também morreram em suposta nova investida de talebans no país

Reuters

09 de julho de 2009 | 02h38

Uma explosão no distrito de Mohammad Agha, a cerca de 30 quilômetros de Cabul, na manhã desta quinta-feira, 9, matou ao menos 25 pessoas, entre elas 12 estudantes. Pelo menso outras três crianças e um adulto ficaram feridos.

 

O estouro ocorreu depois que um veículo capotou ao lado de uma escola. Um comboio policial checava o que poderia ter causado o acidente, que já atraía vários curiosos, quando aconteceu a explosão. Segundo as primeiras informações, o material foi detonado por controle remoto.

 

As primeiras informações dadas por telefone por um chefe da polícia local era de que haviam morrido 12 estudantes, além de um militar e um número não conhecido de civis. As idades dos estudantes vitimados ainda são desconhecidas.

 

O chefe da polícia provincial, Mustafa Khan, suspeita que rebeldes talebans estejam por trás do atentado, cuja autoria não foi reivindicada até o momento.

 

Em princípio naõ estava claro se a explosão teria sido mais um ato terroristaís, ou um acidente. Os afegãos costumam usar materiais explosivos em construções, mineração e até mesmo para a caça. Mas as investigações caminham para concluir de que se trata de uma nova investida do grupo extremista.

 

Texto atualizado às 04h20 para acréscimo de informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.