Explosão mata cinco soldados russos na fronteira da Chechênia

Pelos menos cinco soldados russos morreram na noite desta terça-feira na explosão de uma mina terrestre perto da fronteira da Chechênia. Um comboio do Exército russo passava no vilarejo de Galashki, na República de Ingushetia, a 10 km da fronteira chechena, quando passou sobre a mina. Ninguém se responsabilizou pelo atentado, mas os separatistas chechenos são os principais suspeitos. O último atentado patrocinado pelos rebeldes chechenos aconteceu no início deste mês. Duas mulheres-bomba se imolaram durante um concerto ao ar livre, matando 15 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.