Explosão mata dois e interrompe cruzeiro na Noruega

Polícia acredita que incidente ocorreu na casa de máquinas do navio; nove se feriram

Agência Estado

15 Setembro 2011 | 14h39

Incêndio começou pouco antes de embarcação atracar

 

OSLO - Uma explosão que causou um incêndio "intenso" no motor de um navio de cruzeiros turísticos na Noruega matou dois tripulantes nesta quinta-feira, 15, feriu outros nove e forçou a retirada de 200 passageiros da embarcação, que navegava na costa oeste norueguesa.

 

A polícia investiga a explosão. O cruzeiro, o MS Nordlys, da linha Hurtigruten, começou a pegar fogo pouco antes de atracar nas docas do porto de Aalesund, 375 quilômetros ao noroeste da capital Oslo. A polícia fechou algumas partes das docas, enquanto uma fumaça negra era vista subindo do navio.

 

"Nossa suspeita é que a explosão aconteceu na casa das máquinas", disse o chefe de polícia adjunto do distrito de Sunnmoere, Yngve Skovly. Os passageiros afirmam que a tripulação do cruzeiro, que viajava ao norte após partir da cidade de Bergen, realizou uma retirada ordenada do navio. "Levou apenas alguns minutos após o alarme soar para que todos estivéssemos nos botes", disse Danielle Passebois-Paya, uma turista francesa. Segundo ela, os passageiros foram levados em poucos minutos às docas de Aalesund.

 

O chefe do Corpo de Bombeiros de Aalesund, Geir Thorsen, descreveu o incêndio como "grande e intenso". Segundo ele, o incêndio foi controlado após seis horas de combate às chamas. Os bombeiros e a Guarda Costeira da Noruega agora tentam estabilizar o navio, que estava adernando nas docas. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Noruega cruzeiro Nordlys Europa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.